Você está aqui: Página Inicial > Outras Notícias > 2012 > Dezembro > Lançada Escola Nacional de Mediação e Conciliação

Lançada Escola Nacional de Mediação e Conciliação

publicado 13/12/2012 11h00, última modificação 11/06/2015 17h10

A Escola Nacional de Mediação e Conciliação (Enam), que capacitará magistrados na solução de conflitos judiciais por meio de acordo, foi lançada oficialmente nesta quarta-feira, dia 12. A cerimônia aconteceu no Salão Negro do Ministério da Justiça, e contou com a presença, entre outras autoridades, do coordenador do Sistema de Conciliação da Justiça Federal da 1ª Região, desembargador federal Reynaldo Fonseca, e da coordenadora do Núcleo de Conciliação da Seção Judiciária do Distrito Federal, juíza federal Gilda Maria Carneiro Sigmaringa Seixas.

A Enam é fruto da parceria entre o CNJ, a Escola Nacional de Formação e Aperfeiçoamento de Magistrados (Enfam) e a Secretaria de Reforma do Judiciário do Ministério da Justiça (SRJ/MJ). O objetivo é formar mais de dois mil magistrados em administração e resolução de conflitos com as técnicas de conciliação. Os cursos serão ministrados por 200 instrutores já formados pela parceria entre os três órgãos. Essa é a primeira vez que um número tão expressivo de magistrados participará desse tipo de formação.

Também estiveram presentes ao evento o coordenador do Comitê Gestor da Conciliação do CNJ, conselheiro José Roberto Neves Amorim; o ministro da Justiça, José Eduardo Cardozo; o presidente do Superior Tribunal de Justiça (STJ), Félix Fischer; o procurador-geral da República, Roberto Gurgel; e o presidente da Ordem dos Advogados do Brasil (OAB), Ophir Cavalcante.

Fonte: Assessoria de Comunicação Social do Tribunal Regional Federal da 1ª Região