Você está aqui: Página Inicial > Outras Notícias > 2012 > Dezembro > Chapecó: cerimônia recorda 25 anos da primeira vara federal

Chapecó: cerimônia recorda 25 anos da primeira vara federal

publicado 06/12/2012 17h30, última modificação 11/06/2015 17h10

A Justiça Federal em Santa Catarina (JFSC) promoveu ontem (quarta-feira, 5/12/2012), em Chapecó, cerimônia em comemoração aos 25 anos de instalação da primeira vara federal do município, ocorrida em 11 de dezembro de 1987. O ato foi coordenado pelo diretor do Foro da JFSC, juiz federal Alcides Vettorazzi, que representou a presidente do Tribunal Regional Federal da 4ª Região, desembargadora federal Marga Inge Barth Tessler. Autoridades dos poderes Executivo, Legislativo e Judiciário compareceram à cerimônia, que teve a presença de vários profissionais do direito e servidores.

Depois da exibição do documentário sobre os 45 anos da JFSC e da execução do Hino Nacional, começaram as homenagens às pessoas que contribuíram para a abertura da vara pioneira, à época instalada com a denominação de 6ª Vara Federal de Santa Catarina. O primeiro a receber a distinção foi o desembargador federal Silvio Dobrowolski, primeiro juiz designado para responder pela unidade. Ele assistiu à cerimônia em Florianópolis, por meio de videoconferência, ao lado de seu filho João Alexandre Dobrowolski Neto, que é juiz de Direito no estado.

Em Chapecó, as homenagens foram entregues a Ledônio Faustino Migliorini, prefeito do município à época; João Carlos Schneider da Costa, presidente da Câmara de Vereadores à época – homenagem in memorian, recebida por um dos filhos; José Correia de Amorin, presidente da Ordem dos Advogados do Brasil (OAB) à época, e Valéria Vasconcellos de Azevedo e Odete Bernarda Dias de Castro Tiecher, primeiras servidoras nomeadas por concurso para a subseção.

Falando em nome dos demais, Migliorini lembrou a cooperação entre os três poderes, que tornou possível a instalação de uma sede da Justiça Federal no Oeste catarinense. Para a atual vice-presidente da OAB em Chapecó, Patrícia Vasconcellos de Azevedo (irmã da servidora Valéria), “a instalação de uma vara federal foi um marco da interiorização da Justiça, (...) fundamental para aproximar a Justiça do jurisdicionado”.

O diretor do Foro local, juiz federal Rodrigo Koehler Ribeiro, citou, além de Dobrowolski, outros nomes que iniciaram a história: a primeira juíza nomeada, Alda Maria Basto Caminha Ansaldi, atual desembargadora do TRF3; Nelci Antonio Astolfi, segundo titular, aposentado em 1993, e Paulo Afonso Brum Vaz, primeiro diretor de secretaria, servidor à época e hoje desembargador do TRF4.

Ao final, Vettorazzi transmitiu aos presentes os cumprimentos da presidente do TRF4, desembargadora Marga Tessler, e agradeceu mais uma vez a colaboração de todas as instituições envolvidas com a construção da Justiça Federal local, tornando possível, depois de 25 anos, a celebração da data. Ele e Ribeiro descerraram a placa comemorativa, que permanecerá em exposição no saguão de entrada da sede.