Você está aqui: Página Inicial > Notícias > 2016 > Agosto > Ministro Og Fernandes se despede da Turma Nacional de Uniformização

Notícias

Ministro Og Fernandes se despede da Turma Nacional de Uniformização

Sessão TNU

por publicado: 17/08/2016 17h25 última modificação: 07/10/2016 19h24
Os juízes Douglas Camarinha Gonzales e Daniel Machado da Rocha também participaram de sua última sessão

O presidente da Turma Nacional de Uniformização dos Juizados Especiais Federais (TNU), ministro Og Fernandes, participou nesta quarta-feira (17) de sua última sessão no Colegiado. O magistrado do Superior Tribunal de Justiça (STJ) deixa o cargo de corregedor-geral da Justiça Federal e de presidente da TNU no próximo dia 30 de agosto, quando será empossado o ministro Mauro Campbell Marques, eleito pelo pleno do STJ para o exercício das funções.

Ao encerrar a sessão, Og Fernandes inverteu os papéis e, ao invés de receber primeiramente a homenagem do Colegiado, pediu a palavra para agradecer o trabalho de todos os juízes federais e servidores da TNU que, segundo ele, “desenvolvem de forma anônima um grande trabalho em prol da Justiça brasileira”. 

O ministro afirmou que, durante sua gestão na Corregedoria-Geral da Justiça Federal, muita coisa foi feita, mas não só por ele, e sim por toda a equipe de servidores e magistrados do Conselho da Justiça Federal (CJF), da TNU e da Corregedoria.  “O que foi construído neste último ano foi em virtude do imenso trabalho e dedicação dos servidores, bem como o suporte e a visão precisa e atenta de todos que, nesse período, trabalharam comigo”, disse Fernandes.

O presidente da TNU destacou que, desde outubro do ano passado, quando tomou posse na Corregedoria-Geral, tem vivido dias de intensa felicidade. “Tenho 35 anos de magistratura e talvez seja esse o período em que estive mais feliz como juiz. Estar aqui com os senhores, nesta Casa, com a Corregedoria, por conta do grau de profissionalização e comprometimento de todos com a Justiça brasileira, foi muito satisfatório”, concluiu Og Fernandes.   

Em nome de todos os magistrados da TNU, o juiz federal Boaventura João Andrade proferiu o discurso de despedida e entregou uma placa especial de agradecimento ao ministro.  “Este é um momento de emoção. É uma satisfação imensa poder dirigir algumas palavras de saudação, nesta ocasião em que compartilhamos mais uma etapa no campo da gestão exitosa e marcante, característica da trajetória acadêmica, profissional e institucional do ministro”, disse Boaventura.

O juiz federal destacou ainda que, ao tomar posse nas funções de corregedor-geral e presidente na TNU, Og Fernandes pontuou o compromisso em trabalhar com as metas planejadas por seus antecessores e o fez. “ Por este motivo, quero externar, em nome de todos, nossa gratidão, admiração e reconhecimento pela maneira afável, mas firme e determinada, e que muito realizou, por meio de um trabalho em equipe de alto nível, do qual este Colegiado e servidores do Conselho tiveram o privilégio de juntos protagonizar”, ressaltou o magistrado.

A sessão desta quarta-feira também foi a última dos juízes federais Daniel Machado da Rocha e Douglas Camarinha Gonzales. Ambos foram homenageados pelo discurso do juiz federal Wilson José Witzel, representando o Colegiado. “Os colegas que encerram o mandato hoje vão deixar um grande legado à cultura jurídica brasileira. A TNU perderá o convívio de dois excelentes magistrados, profundamente dedicados à missão que lhe confiaram, que foi a Justiça Federal. Por isso, eu os parabenizo e deixo aqui o nosso muito obrigado pelo desempenho, pelo carinho e eficiência que demostraram nesses dois anos”, proferiu Witzel.  

registrado em: